Página Principal Fale Conosco Mapa do Site  

O que é a ARFOC
Como se associar
Tabelas de preços
Direito autoral
Classificados
Notícias
Exposições virtuais
Concursos
Equipamentos
Exposições
Cursos
Perfil
Lojas e produtos
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Munic�pio do Rio de Janeiro
Federa��o Nacional dos Jornalistas
Associa��o Brasileira para Prote��o da Propriedade Intelectual dos Jornalistas

NOTA DE REPÚDIO

publicada em 29 de maio de 2017


NOTA DE REPÚDIO À VIOLÊNCIA POLICIAL CONTRA PROFISSIONAIS NO EXERCÍCIO DE SUAS FUNÇÕES

Associação Profissional de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio de Janeiro ARFOC-Rio vem protestar contra atitudes de extrema violência contra profissionais de imagem no exercício de suas funções. A agressão injustificada contra o fotojornalista André Coelho do jornal O Globo ocorridas durante as manifestações em Brasília contra o Governo Temer revela a verdadeira face e o despreparo para lidar com protestos legítimos que fazem parte do estado democrático de direito. A função do jornalista é informar, registrar situações sociais sejam elas do agrado ou não dos governantes. É inadmissível o que tem acontecido rotineiramente contra jornalistas, manifestantes, transeuntes. Elementos assim, não têm condições de exercer a função policial, que é de proteger a sociedade, e não de colocar em risco toda uma população .Disparos de arma de fogo não podem ser permitidos contra pessoas indefesas, mormente em manifestações de massa. O uso de armamento letal, ou mesmo de baixa letalidade deveria desde muito tempo ser vetado em manifestações de qualquer espécie.

A ARFOC exige que providências sejam tomadas e punição rigorosa aos culpados.

Alcyr Cavalcanti
Secretário-geral ARCOC/Brasil

 

Spacetec WebStudio